Suíça 2013 parte 5 – Luzern

Suíça 2013 parte 5 – Luzern
21 de julho de 2013 gefe-silva

Após devolver o carro em Zug, pegamos um ônibus e fomos até a estação central da cidade, para pegar o trem em direção à Luzern.

Poucos minutos de espera e chegou o trem, enorme, com dois andares, restaurante, e serviço de venda de salgadinhos e bebidas nos vagões.

A viagem é curta, dura em torno de 40 minutos e durante este tempo podemos ver lagos, muito verde e também podemos constatar que a Suíça também tem sua versão de favela. Sim, são pequenas casas amontoadas entre os trilhos e as estradas, porém, todas com um pequeno jardim, sem lixo, e organizadas.

Chegamos em Luzern no início da tarde.

Luzern é uma cidade com cerca de 80.000 habitantes. À beira do lago e do rio existem vários restaurantes e bares onde as pessoas se encontram após o expediente para conversar, jantar ou simplesmente tomar uma cerveja ou vinho.

A cor e a transparência da água do lago são impressionantes. É um tom verde azulado muito bonito. A água é tão limpa, que pode-se ver as pedras do fundo facilmente.

O hotel escolhido por nós fica na beira do rio. Poucos dias antes da nossa chegada li uma avaliação sobre o hotel, onde um hóspede havia dito que o hotel era barulhento, pois os seus corredores eram compartilhados com uma escola. Ficamos um pouco preocupados com este comentário, mas como já estava muito perto do dia da nossa chegada, resolvemos arriscar.

A avaliação daquele hóspede estava totalmente sem fundamentos. O que ocorre é que o hotel divide o acesso e o elevador com uma escola técnica de negócios, ou seja, são somente jovens que estudam lá. Os corredores que dão acesso aos quartos ficam em outro ambiente, separado por uma porta. Durante o período que ficamos lá não ouvimos nenhum som vindo da escola.

A fachada do hotel é bem antiga, assim como todas as construções à beira do rio, afinal a cidade visa manter as características históricas das construções. Quando chegamos, ainda estávamos desconfiados devido ao comentário lido. Na recepção fomos atendidos por uma senhora muito simpática e prestativa que nos forneceu várias informações sobre a cidade, nos perguntou se já tínhamos programação de lugares para visitar, etc.

Pegamos o elevador e chegamos ao corredor que levava aos quartos. Poucos passos e estávamos na porta do nosso quarto. Ao abrir a porta, que surpresa! Todo aquele estilo antigo e simples deu lugar a um ambiente novo, limpo e moderno, com direito a lustre, painéis de mdf, mesa de escritório com luminárias, um banheiro amplo e bonito, enfim, nada do que lemos na avaliação daquele hóspede condizia com a realidade encontrada por nós.

Aproveitamos o resto da tarde para atravessar o lago Luzern de barco e visitar o Museu do Transporte Suíço, que é um dos mais importantes do mundo e o mais visitado da Suíça, mas esta parte fica para o próximo capítulo.

[tube]http://www.youtube.com/watch?v=sN0_87BPRHw[/tube]