Especial Gramado e Canela – Parte 18 – Templo Budista Khadro Ling

Especial Gramado e Canela – Parte 18 – Templo Budista Khadro Ling
3 de dezembro de 2012 gefe-silva

O lugar é simplesmente fantástico. A vista, as construções, tudo. O grande destaque fica com o templo em si, onde o visitante tem que tirar os calçados e infelizmente não pode tirar fotos. A riqueza nos detalhes das pinturas e esculturas que lá estão surpreendem a todos, e o silêncio chega a ser estranho, algo totalmente fora da nossa realidade do cotidiano, afinal, qual foi a última vez que ficamos sem ouvir absolutamente nada?

O único problema é chegar ao local. Alguém teve a brilhante ideia de pavimentar a estrada de acesso com (segundo placas na estrada) “pedras de basalto irregulares”. O problema é que elas são irregulares em 3D, ou seja, a superfície delas também é irregular, tornando a estrada de 6Km morro acima uma verdadeira desgraça. Tivemos que dirigir a uma velocidade de no máximo 10Km/h. Alguns “corajosos” passavam por nós a toda velocidade, mas como alguém que preza pelo bom funcionamento do seu veículo, continuamos no nosso  “ritmo alucinante”.

Conclusão. O local é muito bonito e surpreende, mas devido ao acesso, é o tipo do lugar para se visitar uma única vez.

Dica: Se estiver saindo de Gramado com pouco combustível, não abasteça, pois até o templo são aproximadamente 30Km. Então o negócio é programar para chegar lá com pouco combustível, e, ainda na RS 115, em Três Coroas, passar aproximadamente uns 500 metros da rua de acesso ao templo. Então ainda do lado direito da RS 115 vai ter um posto de combustível onde a gasolina custa R$ 0,30 a menos do que em Gramado. Em um tanque de 60 litros já paga o passeio até o templo.

 www.kl.chagdud.org

Endereço: Estr. Linha Águas Brancas, 1211 – Três Coroas

Horários de visita

Quartas às sextas: 9h30 às 11h30 – 14h às 17h. Sábados e domingos: 9h às 16h30.
Segundas e Terças: fechado à visitação.