Rafting

Rafting
28 de dezembro de 2011 gefe-silva

O rio Itajaí Açú é considerado o melhor rio do Brasil para a prática de Rafting, principalmente pelos vários níveis de corredeiras que oferece (corredeiras de classe II, III, IV e V) e pela facilidade de  acesso (o rio fica às margens da rodovia BR 470). A base Vale do Itajaí opera vários trechos diferentes do rio Itajaí-Açú e também em seus afluentes, proporcinando um Rafting emocionante, tanto para iniciantes quanto para profissionais do esporte.

O vale do Itajaí é coberto pela floresta mais rica do planeta em biodiversidade, a mata atlântica, que é um atrativo a mais para quem visita nossa base de aventuras. As paisagens por onde o rio passa são singulares. No caso de impossibilidade de operação no rio Itajaí-Açú, se o nível estiver muito elevado, nosso Rafting é transferido para o rio Itajaí do Norte (rio Hercílio) ou para ribeirão Neisse, este com 8 Km de corredeiras contínuas. Com o nível do rio baixo, nosso trecho básico continua muito interessante devido a maior altura das quedas e a possibilidade de surfadas nas ondas do rio. E quem for mais experiente pode encarar a seção Paraíso do rio Itajaí-Açú. Um Rafting adrenalizante com 9 km de corredeiras contínuas, de classes III, IV e V

Antes do início do rafting, todos os participantes recebem um treinamento sobre os equipamentos de segurança e como proceder durante o rafting.

O Rafting Seção Morro da Cruz é ideal para quem nunca praticou esta atividade. O rio Itajaí-Açú oferece várias corredeiras com classes II e III no início deste passeio e no final, quando os remadores já estão mais afinados com os comandos do guia e com as técnicas de remada, as corredeiras podem chegar até a classe V, dependendo do nível de água no rio.

Este trecho possui aproximadamente 7,5 km com várias corredeiras de nível II, III e IV,  intercaladas por partes calmas. Corredeiras como o Caldeirão ou a Queda Livre, a Mayumi e a Fotografia são responsáveis pela emoção no início do passeio. No meio do percurso, uma pausa para um mergulho de cima de uma pedra a 5 metros de altura e para tomar um banho delicioso. Depois, vêm as emoções das corredeiras mais radicais. O contorno do Morro da Cruz forma um canyon com uma paisagem espetacular e com as melhores corredeiras do percurso. Esta corredeira possui 3.000 m de extensão e apresenta várias passagens de nível III e IV e podem chegar até o nível V se o rio estiver com bastante água. As passagens Paquera, Pauleira, com o Salto do S e a Vai e volta, e no final as Criancinhas fazem a adrenalina aumentar neste trecho do rio.

Este rafting termina na própria Base da Ativa Rafting. No caso do rio Itajaí-Açú estar muito cheio, este trecho poderá ser classificado como classe III/IV. Neste caso, nosso Rafting classe II/IV é transferido para o Ribeirão Neisse, em Apiúna, ou para o Rio Hercílio, em Ibirama.

Classificação: II-IV
Idade Mínima: 12 anos (pode variar)